Eu te dei duas chances, nas duas você me machucou. Acho que você pensava que eu era à prova de balas, mas eu nunca fui. Você tentava levar de um jeito que só se tornava fácil pra você, às vezes me pegava pensando em quem você era. Você olhava em volta como se não houvesse esperança, eu tentava fazer as coisas darem certo mas nunca existiu ‘um dia perfeito’. Até que um dia eu fiquei confuso e ainda mais frustrado por ouvir as coisas que você dizia mas nunca fazia. Fiquei cansado de suas explicações, não sabia mais no que acreditar, parecia que você queria me derrubar. Eu precisava de você como meu coração precisava bater, mas eu sentia como se não te conhecesse mais e você sempre perguntando porque eu sempre parecia tão chateado, era porque de manhã eu me lembrava do que você dizia na noite passada e me iludia para fazer tudo aquilo parecer verdade. Por que você precisava me fazer sentir como se eu não fosse nada ? Como se eu estivesse de mãos atadas. Eu aprendi a curar as feridas de dentro pra fora. Por que você gostava tanto de destruir meus sonhos e assombrar minha mente ? Eu fiquei cansado e doente com suas atitudes, sentia como se não conhecesse você. Você dizia do que precisava e eu não alcançava e isso me deixava para baixo. Fiquei cansado com suas explicações e não sabia mais em que acreditar. Você me pedia um amor que era incapaz de sobreviver e isso me derrubava com muita força. Eu te dei chances, eu me cansei, eu dei um passo para trás e deixei você ir. Eu avisei te avisei que eu não era à prova de balas.

Agora você sabe. 

Text Posted on 6 July, 2012 | Share this

Quando eu penso nas coisas que já aconteceram na minha vida, eu não tenho muita certeza de como elas realmente aconteceram. Mesmo substituindo detalhes esquecidos por outras coisas, não deixa de ser verdade, porque na verdade eu as inventei. 

Desde sempre nada foi fácil; dizem que alguns tem sorte ao nascer e outros sorte por nascer. Desde pequeno eu sempre ouvi que eu não era bonito o suficiente, que minha pele não era boa o suficiente, que meus olhos não eram claros e sim escuros e por isso ninguém iria reparar neles. Sempre falaram que minhas orelhas não eram bonitas o suficiente, que meu nariz era maior que o suficiente, que eu extrapolava o quesito ‘magreza’. Sempre foi assim. 

As coisas de um tempo pra cá vem se tornado mais difíceis e com o que está por vir a tendência é só piorar, sempre. Eu poderia muito bem desistir de tudo, jogar tudo pro alto, cruzar as pernas e ficar sentado até o dia da minha morte. Mas eu iria corresponder às expectativas deles. Eles que disseram que eu precisava de uns tapas antes que eu me perdesse de vez. Eu não me perdi, eu fiz meu próprio caminho e ainda estou aqui fazendo de tudo pra que ele não seja igual ao seu. 

E eu serei bom o suficiente, e meu nariz é meu suficiente, meu cabelo é meu suficiente, minha voz irritante é meu suficiente e meu pé é grande o suficiente pra eu chutar sua bunda e seu enorme ego inflado. 

I’m still a Bad Kid, and you still a Motherfucher. 

Text Posted on 27 March, 2012 | Share this
O ontem se foi e eu preciso continuar seguindo em frente. Eu sou grato pelos momentos, grato por ter lhe conhecido. Aqueles momentos que tivemos serão como eternas fotografias. Mas precisamos seguir em frente.
Quote Posted on 21 February, 2012 | Share this

Talvez sejam as coisas que eu digo, talvez eu deveria pensar antes de falar. Eu sempre acho que sei o suficiente das coisas, sempre acho o que é bom e certo pra mim. Os muros que eu construí em minha volta, você tem o poder de derrubar. Você nunca me viu chorar, mas sei que se visse faria algo para me fazer parar. Você não tinha como escolher entre o que você tinha e o que você queria, e eu sabia bem qual seria a decisão. Eu sei nunca mais serei o seu garoto-escultural, mas eu continuo a sonhar. Agora isso me parece uma luta, você deveria ficar comigo para sempre e a solidão que eu sinto agora deveria ir embora, então você me diria:

- É muito simples. Escute o que está ai dentro. No final você irá ficar bem, ficará bem mesmo que eu me vá. 

Mas porque eu estou tão confuso? Por que isso está me complicando, me consumindo? Por que tudo tem me feito ficar chateado? Eu quero voltar para o lugar onde eu era feliz. 

As lágrimas que eu chorei, você deveria te-las secado. Eu queria que fosse fácil, queria escutar a voz aqui de dentro e no final ter ficado bem mesmo você não estando mais aqui. 

Não quero mais ser machucado. Mas talvez sejam as coisas que eu digo. 

Text Posted on 21 February, 2012 | Share this
paramore-more-kristen:

Josh and Jeremy haha

paramore-more-kristen:

Josh and Jeremy haha

Photo Posted on 6 February, 2012 | 37 notes Share this

(Source: s-k-e-l-e-t-o-n-s, via bigoda1)

Photo Posted on 6 February, 2012 | 25,896 notes Share this

(Source: yourthirdnipple, via bigoda1)

Photo Posted on 6 February, 2012 | 1,448 notes Share this

Eu acabei de te mandar uma sms perguntando se você estava acordado, você não respondeu. Então, boa noite.

De qualquer maneira eu queria lhe dizer algumas coisas, coisas as quais eu sinceramente desisti de entender. De algum modo, mesmo você estando longe, eu te sinto perto, te sinto comigo. Eu te queria tanto perto de mim, e queria que quando o tivesse durasse para sempre. Quando eu estou com um outro alguém eu me sinto arrependido e com nojo de mim mesmo. Me sinto traindo você.

Eu não sei como você se sente ao meu respeito, mas eu sei que sente algo. Fora meu primo, você é o único com quem eu posso conversar sendo eu mesmo, falar sobre qualquer coisa sem vergonha nenhuma. Eu sinto ciúme de ti, mas não digo, eu fico na minha porque mesmo querendo você preso à mim, você não está. Eu vou tentar me conformar conformar com a minha solidão até o dia que eu lhe encontrar.

Text Posted on 5 February, 2012 | Share this

(Source: youaintnofamily, via lucsh)

Photo Posted on 29 January, 2012 | 108,182 notes Share this
Photo Posted on 29 January, 2012 | 112 notes Share this